Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Grupo Boticário estende licença paternidade de 20 para 120 dias

A medida vale para homens e casais homoafetivos e segue a agenda de diversidade da companhia que tem metas bem definidas até 2025

Por Hanna Oliveira Atualizado em 6 abr 2021, 15h40 - Publicado em 7 abr 2021, 08h00

O Grupo Boticário anunciou a extensão de sua licença parental para homens e casais homoafetivos de 20 dias para 120 dias, possibilitando que esses grupos de funcionários permaneçam em casa por 4 meses e com remuneração para cuidar de seus filhos, sejam eles adotados ou não. Mulheres permanecem com a licença maternidade de 180 dias.

Segundo Artur Grynbaum, vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário, medidas como beneficiam a equidade na formação das famílias: “Quando possibilitamos que todos se dediquem à parentalidade de forma mais equânime, estamos abordando diretamente a corresponsabilidade e equidade na formação das famílias em um momento em que vínculo e cuidado são fundamentais”.

  • Diversidade com metas até 2025

    O grupo também apresentou uma agenda objetiva com metas para até 2025 em diversidade.  Até 2023, o Grupo Boticário pretende ter pelo menos 50% de colaboradores negros  e pelo menos 25% das lideranças corporativas negras.  E, até 2025, pelo menos 50% de mulheres em cargos de diretoria.

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade