Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Na P&G, a idade média das equipes é de 39 anos

Um dos benefícios da empresa é retribuir aos funcionários que colocam 5% do salário nas ações da empresa com metade do valor investido por eles

Por zeeduardo20 Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 21 mar 2013, 15h43

São Paulo (SP) – A P&G é a cara de seus funcionários. Ou, talvez, seja o contrário: os empregados da multinacional americana, dona de marcas como Gillette, Duracell e Pampers, é que são a cara da P&G. O ambiente de trabalho é bem dinâmico — para não dizer acelerado. A média de idade é de 39 anos e é bem comum encontrar jovens com menos de 30 anos em posições de liderança.

O efeito colateral dessa realidade é a falta de maturidade dos jovens gestores — e essa é uma afirmativa deles próprios. Quem passa no rigoroso processo de seleção rapidamente entra no exigente ritmo de trabalho da empresa, de olho numa promoção. “Mesmo sendo estagiário, você tem muita autonomia, o que permite que seu trabalho apareça”, diz uma funcionária.

Todos são avaliados periodicamente e há espaço para falar sobre os planos pessoais no curto, médio e longo prazo. No início da carreira, o constante feedback dos profissionais mais experientes é a principal ferramenta de desenvolvimento dos mais jovens. Como a porta de entrada da companhia são o estágio e os processos de recrutamento realizados nas escolas técnicas de universidades, a maioria dos líderes é formada dentro de casa.

São raros os casos de diretores contratados de fora. Segundo os profissionais, a P&G paga na média de mercado, mas a partir do nível gerencial, com a introdução da remuneração variável atrelada ao desempenho, a proposta começa a ficar bem interessante. Outros atrativos são a possibilidade de escolher o horário de trabalho, dentro, claro, de regras determinadas, e o programa de compra de ações.

Se o funcionário coloca 5% de seu salário mensal nas ações da P&G (que são negociadas nos Estados Unidos), a empresa põe mais metade do valor investido pelo empregado. Funciona como uma espécie de poupança de longo prazo. Ficou interessado? Como a P&G está crescendo bastante no país, a temporada de contratações está aberta. Vale a pena consultar o site da empresa e ficar por dentro das regras. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
As oportunidades de desenvolvimento são diversas e a carreira é acelerada para quem se adapta aos valores da empresa. A carga de trabalho é grande e as jornadas de trabalho acima de 12 horas diárias são consideradas normais.
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

App VOCÊ RH para celular e tablet, atualizado mensalmente

a partir de R$ 12,90/mês