Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Paredes da Nivea estão cobertas de fotos de funcionários

A ideia é valorizar todo mundo que trabalha na empresa. Uma vantagem bem objetiva oferecida é a flexibilidade de horários

Por Caroline Marino Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 21 mar 2013, 12h07

São Paulo (SP) – Pelos corredores do escritório da Nivea na capital paulista, há fotos em preto em branco de todos os funcionários, que são renovadas a cada seis meses ou quando há novas contratações. A ideia é valorizar quem trabalha nessa multinacional.

“Queremos reforçar que são eles que fazem a Nivea seguir em frente”, diz Monica Longo, diretora de recursos humanos. “O próximo passo é desenvolver a mesma ação na fábrica.” E a valorização das pessoas não fica apenas em retratos fixados nas paredes. Na Nivea, o que o empregado diz tem valor.

Foi a partir do resultado de uma pesquisa interna que identificou o desejo do time de ter mais flexibilidade na jornada de trabalho que a empresa criou o Flextime. O programa abriu três possibilidades: o Summer Time, em que, apesar do nome, todos os profissionais do escritório podem sair depois do almoço em todas as sextas-feiras do ano (não só no verão) e compensar essas horas durante a semana; o Home Office combinado com o gestor, para quem tem notebook da companhia e não exerce função que exija presença constante; e o Horário Flexível, com entrada entre 8h e 9h e saída entre 17h e 18h.

Tudo isso surte efeito positivo no clima. “Tenho orgulho de trabalhar com os produtos da Nivea. O clima é ótimo e a cada dia que passa é mais difícil sair daqui”, diz um funcionário. O pacote de benefícios é outro ponto de destaque.

Conta com previdência privada, auxílio-creche, licença-maternidade de seis meses, descontos em produtos da marca, convênio odontológico, vale-transporte ou fretado, vale-refeição para o pessoal do escritório e refeitório na fábrica — bastante elogiado — e convênio médico com reembolso alto: 300 reais para o nível gerencial e 200 reais para o operacional.

A equipe também tem claro o que é preciso fazer para crescer. Todos fazem avaliação de desempenho, que resulta em um relatório de carreira com as possibilidades de crescimento dentro da companhia e as competências que precisam ser trabalhadas ao longo dos meses. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Gerentes plenos têm direito a carro com vale-combustível de cerca de 600 reais por mês, além de todas as despesas do automóvel pagas. Os funcionários sentem falta de treinamentos e acham que a política de bolsas de estudo não é clara. Na fábrica, alguns reclamam de excesso de trabalho.
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

App VOCÊ RH para celular e tablet, atualizado mensalmente

a partir de R$ 12,90/mês