Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Itaú Unibanco suspende demissões e antecipa 13º salário de funcionários

Confira as ações do Itaú para apoiar seus funcionários durante a crise do coronavírus

Por da Redação Atualizado em 15 dez 2020, 08h59 - Publicado em 24 mar 2020, 19h30

São Paulo – Por conta da crise gerada pelo coronavírus, o Itaú Unibanco suspendeu demissões sem justa causa, por tempo indeterminado e vai adiantar o 13º salário para o dia 27 de abril.

Considerado um dos melhores bancos para trabalhar segundo o Guia da VOCÊ S/A, o banco tem, segundo o levantamento, benefícios elogiados pelos funcionários. O valor dos vales-refeição e alimentação (1 300 reais no total) é um dos destaques dos benefícios, assim como a taxa para financiamento imobiliário, de 7% ao ano. Os bônus, em alguns cargos, chegam a 30 salários.

  • Relacionadas
  • Entre as medidas tomadas pelo banco para proteger seus funcionários está o home office para todas as áreas em que é possível, a substituição de reuniões presenciais por videoconferências e o afastamento de grávidas, pessoas com mais de 60 anos e colaboradores que estejam em um dos grupos de risco.

    O banco também informa que limitou o número de clientes dentro das agências e novos protocolos de higiene. A recomendação do banco aos clientes é que usem os canais digitais e evitem ao máximo ir às agências.

    • Relacionadas
  • O Itaú tem reforçado, ainda, que os clientes têm à disposição os canais digitais (internet banking e aplicativos) para realizar suas operações bancárias sem necessidade de deslocamento à unidade física.

    Confira o que outras empresas estão oferecendo para funcionários

    Mais internet e VR em dinheiro: empresas apoiam funcionários na quarentena

    Continua após a publicidade
    Publicidade