Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Futuro do Trabalho

O benefício para o colaborador pode ser “benefácil”

Swile entra no mercado brasileiro com cartão de benefícios e aplicativo que levam flexibilidade para a gestão do RH e para o colaborador

por Abril Branded Content Atualizado em 2 dez 2021, 19h45 - Publicado em
22 nov 2021
16h35

As expectativas dos colaboradores em relação às condições de trabalho estão se transformando rapidamente, o que desafia o setor de recursos humanos a se ajustar. O foco mudou: as empresas não precisam mais apenas gerenciar a experiência profissional, mas toda sua experiência de vida no trabalho – o conceito de worklife experience foi especialmente fortalecido nos últimos meses.

Afinal, a partir da experiência do home office, as rotinas pessoal e profissional se viram definitivamente integradas. O Gartner realizou um levantamento que colocou essa tendência em números: empresas que suportam seus colaboradores em suas experiências de vida observam um aumento de 20% no registro de melhoria na saúde tanto física quanto mental.

Outra tendência, também apontada pelo Gartner, é a redução de ações que monitoram as atividades rotineiras dos funcionários – metade deles declarou à empresa de consultoria e pesquisa que não confia dados pessoais às organizações onde trabalham. Nesse contexto, o atual modelo de benefícios está ultrapassado.

Tradicionalmente, as empresas oferecem um cartão para alimentação, outro para refeição, vale-transporte, todos separados, cada um com seu uso e burocracias próprias. Para aumentar o valor dedicado a transporte, por exemplo, ou para alimentação, dependendo da demanda pessoal daquele momento, é preciso procurar o RH. Por que não melhorar e facilitar os benefícios? Havia um desafio tecnológico por trás dessa resposta.

Continua após a publicidade

Produto inovador

-
Swile/Abril Branded Content

“Do ponto de vista da gestão de recursos humanos, seria inviável redirecionar valores de benefícios, da mobilidade para a alimentação, por exemplo, de acordo com a necessidade de cada colaborador e considerando o perfil do gerenciamento burocrático e lento”, explica Marcelo Ramos, general manager da Swile Brasil, empresa de origem francesa criada em 2018 e que, em 2021, se tornou um unicórnio entrando para o mercado brasileiro a partir da aquisição da Vee Benefícios, pioneira em benefícios flexíveis regulados pelo Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT).

A implementação de um sistema flexível demanda, de fato, uma série de inovações para que o colaborador ganhe autonomia, sem sobrecarregar o RH, ao mesmo tempo que a empresa mantenha o compliance em relação à legislação. Alcançar esse objetivo é a proposta da Swile.

“Nosso trabalho se apoia em um novo mindset de negócios, amparado pela tecnologia, que permitiu colocar o serviço em pé”, explica Ramos. “Assim podemos transformar a experiência do consumidor, levando adiante o conceito de worklife experience.” O conceito de “benefácil”, no lugar do “benefício”, que lembra a palavra “difícil”, se traduz em um cartão único, atrelado a um aplicativo que permite uma interação nunca antes vista pelo colaborador com relação ao seu benefício, facilitando, inclusive, todo o trabalho de backoffice do RH.

O Swile Card é um cartão black de benefícios, com bandeira Mastercard, aceito em todo o território nacional e permite agregar diferentes categorias de benefícios, incluindo vale-refeição, alimentação e mobilidade, bem como auxílios home office, cultura, educação e saúde. Cada carteira é individualizada e é o RH que define, por meio de um dashboard de fácil gerenciamento, qual estará disponível para os colaboradores, seguindo convenções sindicais, PAT e demais regulamentações trabalhistas.

O serviço é conectado ao Swile App, que permite ao colaborador fazer o controle dos benefícios de forma rápida, fácil, intuitiva e transparente. Além disso, a tecnologia reúne parceiros como academias, plataformas de descontos e experiências em um único lugar, facilitando a gestão do setor de RH.

Com a garantia para as corporações de que a Swile é regulamentada pelo PAT, dá toda a segurança para as empresas oferecerem benefícios legais e com mais valor agregado aos seus colaboradores. O cartão tem bandeira de crédito, mas é pré-pago, e os valores são depositados pela empresa seguindo o acordado com cada colaborador.

A Swile nasceu com a proposta de revolucionar a gestão de RH. Seu nome significa “smile at work”, ou “sorrir no trabalho”. A empresa cresceu no mercado global precisamente pelo valor estratégico de seu serviço. “Outros produtos virão”, anuncia Ramos, “sempre voltados para a melhoria da experiência do colaborador e mudança do perfil do profissional de RH, que pode agora se posicionar de forma mais estratégica dentro das empresas.”

Para saber mais, acesse https://www.swile.com.br.

Continua após a publicidade

Unicórnio global

A Swile acaba de receber um aporte de 200 milhões de dólares

Surgida na França em 2018, a Swile acaba de alcançar o valor de mercado de 1 bilhão de dólares. Tornou-se, portanto, um unicórnio, depois de receber o quarto aporte desde sua fundação. A empresa já detém 13% do mercado francês de benefícios e agora chega ao Brasil, que representa o maior mercado de benefícios corporativos do mundo, movimentando por ano em 150 bilhões de reais. Até 2022, pretende dobrar o número de funcionários, de 500 para 1 000, e o total de clientes, dos atuais 500 000 para 1 milhão.

Aquisições e parcerias são cruciais nesse processo – no caso do Brasil, a entrada no mercado, em fevereiro, foi viabilizada pela junção com a brasileira Vee, num acordo de troca de ações com a previsão de expandir as operações conjuntas em dois anos.

-
Swile/Abril Branded Content
Continua após a publicidade

Tags Relacionadas