Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Um dos maiores processos seletivos acaba de abrir e não exige faculdade

A formação superior ou o curso universitário do candidato não são levados em conta na seleção da fintech Stone. Última edição teve 70 mil inscritos

Por da Redação Atualizado em 5 dez 2020, 20h55 - Publicado em 31 jan 2020, 17h21

São Paulo – As inscrições para o Recruta Stone – processo seletivo da fintech Stone – estão abertas a partir de hoje, dia 31.  O único requisito para participar é ter mais de 18 anos.  A formação superior ou o curso universitário do candidato não são levados em conta pelos recrutadores.

Mas isso não significa que a seleção seja fácil.  Com o título de um dos maiores processos seletivos do Brasil, o Recruta Stone  teve 70 mil inscritos na sua última edição  e os candidatos tiveram que enfrentar nove fases, entre elas: testes on-line, questionário sobre a vida pessoal do candidato, leitura de livros, entrevistas com líderes e fundadores da empresa, bem como vivências em grupo e apresentação de cases.

A reportagem da VOCÊ S/A acompanhou a última etapa de uma das edições de 2019. A final daquela seleção contou até com a participação do ex- técnico de vôlei Bernardinho.

  • Diferente dos processos seletivos tradicionais, o Recruta Stone avalia o histórico de conquistas de cada participante, e mede em detalhes a vontade que os candidatos têm de evoluir e aprender. Interessados podem se inscrever no site Recruta Stone  

    Participar do processo pode render uma vaga de emprego, ainda que o candidato não conquiste uma posição de recruta.  De acordo com a empresa, os profissionais podem ter a oportunidades de serem contratados em áreas diversas da companhia. Desde 2014, a Stone já contratou mais de 1.700 pessoas por meio do programa e 51 recrutas foram selecionados.

    Vai se inscrever na seleção?

    Confira como mandar bem nas entrevistas, com as dicas da gerente da Fundação Estudar, que também realiza processos seletivos dos mais concorridos do país.

    Entrevista de emprego: saiba como responder as perguntas mais comuns

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade