Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

A arte de se reinventar

São poucos profissionais que chegam ao topo e conseguem manter o nível de desempenho superior que os levou até lá

Por Marcelo de Freitas Nóbrega* Atualizado em 5 dez 2020, 19h14 - Publicado em 27 jul 2016, 09h46

“A powerful tool to develop your leadership skills” (em tradução livre: Uma ferramenta ponderosa para desenvolver sua habilidade de liderar). Foi com essa dedicatória que ganhei de presente o livro What Got You Here Won´t Get You There (em português, Reinventando o seu próprio sucesso), de Marshall Goldsmith.

O mundo corporativo é repleto de profissionais inteligentes, autoconfiantes, capazes e ambiciosos. Mas são poucos os que chegam ao topo e conseguem manter o nível de desempenho superior que os levou até lá. O livro é voltado para executivos bem-sucedidos e parece ter sido baseado em uma das máximas de Peter Drucker: “Gastamos muito tempo ensinando líderes o que fazer. Não gastamos tempo suficiente ensinando líderes o que parar de fazer”.

É difícil que esse público admita, mas não se podem vencer batalhas diferentes com as mesmas estratégias. Cada posição executiva traz novas complexidades e desafios. Raramente conhecimentos técnicos serão determinantes para o sucesso ou fracasso em uma posição de liderança. 

Amparado na sua experiência como coach de CEO, Goldsmith mostra como a receita de sucesso pessoal cega o executivo para hábitos inconscientes que o impedem de manter um desempenho superior ou de galgar novos degraus na escada corporativa. No cenário extremo, esses erros podem provocar sua queda. Uma mudança de comportamento é necessária.

Goldsmith elenca os 20 hábitos auto sabotadores mais comuns, mas também dá orientações simples e pragmáticas para superá-los. Para citar alguns: Você recebe crédito pelo trabalho de outros? Você compartilha informação? Você faz questão de sempre colocar o seu ponto de vista? Não somos os melhores avaliadores do nosso próprio comportamento, precisamos da opinião daqueles que convivem conosco. Comece obtendo feedback dos seus pares e equipe sobre o seu desempenho como líder.

Entre os novos hábitos que devem ser adotados por líderes que almejam o sucesso, Goldsmith cita o feedforward. Contrário à ansiedade normalmente associada a uma conversa de feedback, o feedforward foca no que precisa ser feito agora para alcançar um objetivo futuro, em vez de olhar para trás e discutir algo que deu errado. É um livro para ser lido e estudado.

* Este artigo é de autoria de Marcelo Nóbrega (diretor de recursos humanos da Arcos Dourados) e não representa necessariamente a opinião da revista.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)