Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Johnson & Johnson Medical é um ambiente livre de tabaco

Com foco em saúde, a empresa investiu contra o tabagismo, com orientação médica e desconto na aquisição de produtos e medicamentos

Por Roseli Loturco
Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 26 mar 2013, 16h40

São Paulo (SP) – Estreante no Guia, a Johnson & Johnson Medical Brasil (J&J), empresa de dispositivos médicos e equipamentos de diagnósticos, se destaca pelo consistente programa de desenvolvimento de pessoas e formação de líderes. Seus 400 funcionários passam por cinco avaliações ao ano, que têm o objetivo de acompanhar o desempenho e revisar metas em conjunto com a chefia, se for preciso.

O processo funciona. De janeiro a dezembro do ano passado, 95 profissionais foram promovidos. Quando chegam aos cargos de gerência, eles participam do treinamento Global Leadership Profile, de acordo com o nível — líder individual, de pessoas e sênior.

Adotado também nas outras subsidiárias da J&J, o modelo tem quatro eixos: foco no cliente, busca de soluções inovadoras, habilidade em desenvolver talentos e administração de comportamentos contraproducentes, como falta de ética e incapacidade de gerir conflitos.

Quem tem mais de 12 meses de casa se torna elegível a receber subsídio financeiro para fazer cursos, mesmo que não estejam ligados diretamente à área de atuação. Em 2011, a empresa destinou 350.000 reais para a formação de suas equipes. A preocupação com saúde e segurança é ainda maior.

Continua após a publicidade

Desde 2007, a J&J é certificada como ambiente livre de tabaco, graças a um programa interno de incentivo à interrupção do tabagismo, com orientação médica e desconto para aquisição de produtos e medicamentos, que até 2011 já havia atendido 400 pessoas. Outro destaque é o Save Fleet, treinamento periódico de direção preventiva e defensiva. A ação tem forte relevância entre os profissionais, tendo em vista que a maior parte, 322, utiliza veículos da companhia.

“Faz três anos e meio que não temos acidentes”, diz um gestor. A política de home office também é um diferencial. Não raro, as pessoas passam a trabalhar no modelo remoto em tempo integral. Mas quem fica na sede também ganha em qualidade de vida, já que recebe a visita de psicólogos e profissionais dos Vigilantes do Peso a cada seis meses.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
A ética é um dos valores mais difundidos na empresa, que libera seus funcionários às 14 horas nas sextas-feiras de verão. A comunicação nem sempre chega com clareza ao nível operacional. Gestores reclamam do plano de saúde e pleiteiam um plano de previdência mais agressivo.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.