Clique e Assine VOCÊ RH por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O Instituto de Pesquisa Eldorado faz blitz postural

Nessas operações, as queixas dos profissionais são anotadas para que sejam encaminhados a fisioterapeutas

Por Ursula Alonso Manso
Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 21 mar 2013, 16h28

Campinas (SP) – Já pensou em aprender mandarim no trabalho? O Instituto de Pesquisas Eldorado subsidia o curso para seus funcionários. Até 2010, a bolsa para cursos de idiomas era restrita ao inglês.

Em 2011, a empresa estendeu o benefício a qualquer língua de interesse do empregado, e hoje já há oito pessoas aprendendo mandarim e duas estudando francês. Para estimular seus profissionais a adquirir novos conhecimentos, o Instituto ainda banca 50% do valor da graduação e da pós.

Outra novidade introduzida em 2011 foi o modelo de avaliação de desempenho, que começou a englobar as competências desejadas às funções. A avaliação, antes feita anualmente, passou a ser semestral e informatizada. Sim, mesmo sendo uma empresa de tecnologia da informação, esse processo era feito manualmente.

A informatização da papelada permitiu que a companhia enxergasse melhor as lacunas que precisam ser trabalhadas nas competências dos funcionários. A avaliação serve, ainda, para balizar o Programa de Incentivo ao Desempenho, prevendo aporte extra do Instituto no plano de previdência privada de seus empregados.

Continua após a publicidade

Em 2011, 83% deles foram contemplados com benefícios que variaram de 0,6 a 1,8 salário. Outra forte preocupação é com a saúde do time. No ano passado, foram incluídos entre as práticas de qualidade de vida o checkup para líderes e a blitz postural, em que profissionais verificam desde a necessidade de apoio para mãos e pés até o excesso de post-it de cores cansativas em torno do monitor.

Tanto a matriz, em Brasília, quanto as filiais de Campinas (SP) e de Porto Alegre (RS) já tiveram suas edições da blitz postural, nas quais as reclamações dos profissionais foram anotadas para que eles sejam direcionados a programas com fisioterapeutas. O Instituto de Pesquisa Eldorado instituiu também a sexta-feira totalmente casual, em que os funcionários podem trabalhar até de bermuda, e trocou o fornecedor do restaurante de Campinas pelo bufê do chef Antonello, famoso na região. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Por meio do Programa Amigo Indica Amigo, criado em 2011, a empresa já contratou 15 pessoas. Quem indicou recebeu 500 reais em vale-compras. Funcionários pedem que o transporte fretado seja estendido a cidades vizinhas a Campinas ou que a empresa ofereça vale-combustível.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.