Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como a crise da covid-19 afetou a vida dos profissionais de RH?

Pesquisa da consultoria Mercer mostra que 68% de quem trabalha com recursos humanos se sente mais valorizado na crise. Conheça outros resultados

Por Redação 29 jul 2021, 07h45

A Mercer, consultoria global de recursos humanos, saúde e previdência, aplicou uma pesquisa com 470  profissionais de RH brasileiros para entender os impactos da crise de covid-19 sobre esse grupo. Os resultados mostram que quem atua na área está vivenciando grandes desafios durante a pandemia.

  • Para 65% dos respondentes, por exemplo, o número de horas trabalhadas aumentou muito ou consideravelmente. “Toda a operação e atividades do RH foram impactadas, já que seu cliente principal são as pessoas”, diz Rafael Ricarte, líder de produtos de carreira da Mercer Brasil. Ele também atribui este resultado a equipes e orçamentos menores, necessidade de a área de gestão de pessoas encabeçar a transformação digital e de liderar temas como comunicação, gestão de benefícios e cuidados com a saúde mental.

    Conheça mais descobertas:

    68% se sentem mais valorizados profissionalmente depois da pandemia

    50% enfrentaram dificuldades em quebrar paradigmas de RH

    45% acreditam que o maior desafio para a retomada é conscientizar as pessoas

    43% já estão executando um plano de transformação digital

    32% acharam difícil em se adaptar ao home office nos primeiros meses

    23% afirmam que a área que mais apoiou o RH na crise foi a TI

    Continua após a publicidade
    Publicidade