Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Os 21 melhores lugares para trabalhar no futuro

Consultoria Cognizant lista cidades e locais promissores para o futuro e revela que temos chances de exercer nossas tarefas até do espaço

Por Hanna Oliveira Atualizado em 30 abr 2021, 09h51 - Publicado em 30 abr 2021, 08h00

Seria o espaço sideral um lugar promissor para o futuro do trabalho? Para a Cognizant, consultoria global de tecnologia da informação, sim. A aposta nasce de um grupo multidisciplinar dentro da empresa que investiga o futuro do trabalho. Mas não é só o espaço que o nosso futuro espera: a consultoria ainda destacou outros 20 lugares, aqui na Terra mesmo, que devem ter as grandes oportunidades quando o assunto é mercado. “Esse estudo não colocou apenas cidades grandes, são cidades que podem ser pequenas ou grandes, mas que têm características semelhantes que fazem com que elas estejam direcionadas a esse futuro do trabalho”, diz Tatiana Porto, diretora de RH da Cognizant.

  • Quais tijolos constroem esta estrada?

     

    Os 21 lugares foram determinados a partir de uma metodologia que se assemelha à figura de um átomo – há um núcleo com três pilares fundamentais que são governo local, qualidade das universidades e acesso à capital privado. Já na “eletrosfera” da metodologia, entram questões como infraestrutura, investimento em tecnologia, talentos, estilo de vida, viabilidade econômica, cultura e entretenimento, meio ambiente, investimento e preservação da arquitetura. Outro ponto em destaque, segundo Tatiana, é a diversidade: “Quanto mais diverso for o nosso universo, mais criativo somos”.

    Remotopia: quebrando as barreiras do espaço

     

    Em um estudo sobre o futuro do trabalho, a chamada “remotopia” ou o trabalho remoto, não poderia ficar de fora. “Que local de trabalho é esse? Hoje pode ser em nenhum lugar ou em qualquer lugar — justamente esse trabalho remoto que está sendo disseminado e a pandemia veio nos mostrar”, afirma Tatiana Porto. Segundo o levantamento realizado pela Cognizant, o economista francês Jacques Attali tinha previsto um futuro em que elites econômicas vivessem um estilo de vida nômade em busca de oportunidades de trabalho pelo mundo. Mas, para a consultoria, essa previsão se estenderá para outros estratos econômicos da sociedade. Com o wifi e a conexão de internet, as barreiras diminuem e não apenas profissionais que queiram se tornar “nômades digitais” serão beneficiados, mas também aqueles que moram em cidades mais remotas.

    Continua após a publicidade

    O futuro é agora

     

    Para Tatiana, mais do que pensar em quais serão as cidades do futuro, é importante focar no presente e refletir sobre o que queremos transformar hoje. “Quando você olha para a frente e tira uma foto, essas são as cidades que se destacaram, mas tudo pode mudar e esse mudar depende do querer”, afirma. ”Se existir um governo ou uma comunidade dispostos a transformar suas cidades, podem começar agora para que o lugar se torne uma das localidades do futuro.”

     

    Veja quais são os 21 lugares do futuro do trabalho:

     

     

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

    Continua após a publicidade
    Publicidade