Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A idade média dos funcionários da Netshoes é de 27 anos

O ritmo de trabalho na empresa é intenso, mas animado. 64% da equipe é formada por mulheres

Por zeeduardo20 Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 26 mar 2013, 17h26

São Paulo (SP) – Fundada há 12 anos pelo empreendedor Marcio Kumruian, então com 26 anos, a Netshoes nasceu como uma loja de rua no centro da capital paulista.

Hoje, a loja virtual de artigos esportivos tem dois escritórios em São Paulo e um centro de distribuição em Barueri (SP) e detém números expressivos de crescimento. Em 2009, a empresa faturou 155 milhões de reais e fechou o ano com 250 funcionários.

No ano passado, a loja online faturou 697 milhões de reais e somava 1.700 empregados, incluindo os da operação no Brasil e das subsidiárias na Argentina e no México.

Com uma equipe jovem (a média de idade é de 27 anos) e feminina (64% dos profissionais são mulheres), a Netshoes mantém um ambiente descontraído e bem animado, apesar do intenso ritmo de trabalho. O RH também ganhou relevância com o crescimento da empresa.

Luciana Machado, a executiva da área, assumiu a posição há dois anos e, de quatro pessoas em sua equipe, passou a ter 50 funcionários — e esse pessoal tem arrumado bem a casa. O plano de carreira, com descrição dos cargos, atribuições e requisitos de cada função, por exemplo, foi apresentado no início do ano.

A Netshoes também passou a fazer pesquisa salarial de mercado. O resultado: 763 enquadramentos em 2010, 453 em 2011 e 21 no primeiro trimestre deste ano. Com a estratégia de formar profissionais internamente, a companhia passou a investir em sua qualificação.

No ano passado, 599 empregados receberam subsídio para estudar um idioma estrangeiro e 301 receberam bolsa para graduação, pós-graduação ou especialização. E, como instrumento de retenção, acrescentou ao pacote de benefícios o plano de previdência privada e a participação nos resultados, com limite de cinco salários extras.

Desde 2009, a Netshoes teve o aporte financeiro de dois grupos estrangeiros de investimento, o que deu fôlego para seguir adiante com seu plano de expansão, que considera os funcionários como parte essencial da estratégia de crescimento.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
A expansão das operações internacionais tem criado oportunidades de troca de conhecimento e expatriação de funcionários. A equipe que lida com as reclamações dos clientes é pequena para a demanda de trabalho. São 18 pessoas para atender uma média de 300 reclamações diárias.
Continua após a publicidade
Publicidade