Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Na PepsiCo, licença-maternidade é de seis meses

Para os pais, a empresa oferece a possibilidade de ficar 10 dias em casa quando um filho nasce

Por Caroline Marino Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 21 mar 2013, 12h14

São Paulo (SP) – Difícil encontrar alguém que não conheça um dos produtos da americana PepsiCo, detentora de marcas como Toddy, Elma Chips, Gatorade e Quaker — um portfólio que vai de chás e bebidas isotônicas até salgadinhos e refrigerantes. Essa forte identidade com os consumidores se reflete também entre os mais de 10.000 funcionários e é motivo de orgulho.

“Quando falo que trabalho na PepsiCo, as pessoas logo perguntam se podem me mandar currículo”, diz um deles. Para que a boa relação continue, a empresa lançou recentemente o Sou +PepsiCo, programa que integra todos os serviços de RH e está dividido em quatro pilares:

  • Recompensa, que cuida da remuneração e dos benefícios;
  • Futuro, com as ações relacionadas à trajetória do profissional na organização;
  • Inspiração, que engloba os valores e a cultura; e o +Bem-estar, voltado a práticas ligadas à qualidade de vida. O objetivo é fazer com que todos tenham mais clareza sobre os projetos da companhia e encontrem com mais facilidade as informações de que precisam.
  • Transparência também é uma preocupação na hora de desenvolver os talentos da casa. Segundo as equipes, a avaliação de desempenho, feita duas vezes ao ano, é um método eficiente para mostrar as qualidades e as deficiências de cada um, além de apontar os caminhos que devem ser percorridos para crescer. Para isso, as pessoas contam com a Universidade PepsiCo.

Dividida por áreas de atuação dos profissionais e por grupos de cargos, chamados de trilhas do conhecimento, fornece cursos presenciais, e-learning, palestras e programas disponíveis no canal interno PepsiCo TV. Só no último ano, a universidade recebeu investimentos de cerca de 5,5 milhões de reais.

O pacote de benefícios também não fica atrás no quesito aprovação do time. As mães contam com licença-maternidade estendida de seis meses e os pais podem tirar dez dias para ficar em casa quando o filho nasce. Há ainda previdência privada, vale-refeição, assistência médica e odontológica e auxílio-creche.  

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
A empresa tem boas práticas de sustentabilidade, como o Display Reciclado, que transforma embalagens de salgadinhos em expositores. Os funcionários do nível operacional pedem a revisão da política de bolsas de estudo. Hoje, eles só têm direito a ajuda para graduação.
Continua após a publicidade
Publicidade