Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

9 dicas para ficar de olho em vagas abertas

Especialista da Cia de Talentos dá conselhos para escolher melhor vagas de emprego e se preparar para o processo seletivo

Por Hanna Oliveira Atualizado em 11 dez 2020, 18h32 - Publicado em 26 nov 2020, 15h54

O Brasil contabiliza hoje mais de 13 milhões de desempregados, segundo dados do IBGE.  

Hoje em dia não são poucas as ferramentas digitais para o cadastro e busca de emprego e os profissionais precisaram começar a acompanhar diferentes canais. Foi pensando nisso que Cristiane Costa, consultora da Cia de Talentos e da Cia de Expert, nos ajudou a elaborar 9 dicas para que você se prepare melhor e esteja atento às oportunidades de trabalho abertas de uma forma mais eficaz.

  • Coloque propósito e experiência profissional na balança

Em um momento de crise, a reação mais comum e, perfeitamente compreensível, de quem está tentando se recolocar é tentar se arriscar na primeira oportunidade que aparecer, mesmo sem refletir muito.“Entender seus valores, objetivos e ambições é o ponto de partida para boas escolhas. Sabemos que o momento de pandemia, aliada a uma curva de desemprego e aumento do trabalho informal nos últimos anos, colabora para que o profissional deixe de lado esses fatores e se aplique a qualquer posição que apareça, uma estratégia básica de sobrevivência”, explica Cristiane.

 

  •  

    • Faça um mapa com as suas prioridades

    Se você está em um momento de transição de carreira ou tem a possibilidade de aguardar mais tempo antes de aceitar uma colocação, é importante fazer um mapeamento sobre suas prioridades e seus valores. Cristiane orienta pensar sobre as seguintes perguntas: “O que é inegociável para mim? Um ambiente competitivo regido a metas? Um ambiente que foque no desenvolvimento? Um ambiente estável? Correr riscos? Foco em qualidade? Foco em rentabilidade?”.  A especialista orienta que, após listar estes fatores e conseguir se conhecer com sinceridade, é preciso encontrar empresas que são referência nos seus valores de escolha. Para a consultora, a relação entre a empresa e o profissional precisa ser baseada na troca. “O profissional precisa encontrar a razão para ficar e a empresa a razão para mantê-lo. Quando ambos se conhecem, descobrem o que os move e veem afinidade nos objetivos, os dois lados tendem a investir para que a prosperidade seja mútua”.

    • Fique atento às redes sociais e canais oficiais das empresas

    Grande parte das oportunidades de trabalho estão nas redes sociais, como o LinkedIn, e em outros ambientes digitais, como o site oficial das companhias. Para ficar por dentro das oportunidades vale seguir as empresas e consultorias e agências de recolocação. “Mapeei, converse, busque conhecer essas empresas e investigue quais divulgam vagas compatíveis com o que você busca”, direciona Cristiane.

    Continua após a publicidade
    • Faça conexões com pessoas que são referência na sua área

    Outra maneira de ter contato com vagas abertas é fazendo conexões com pessoas referência em sua área de atuação. Tê-los como contato em redes de sociais focadas em carreira pode ser um bom caminho não apenas para ficar de olho em vagas, como acompanhar tendências. “Geralmente esses profissionais compartilham conteúdo e vagas que chegam até eles por diferentes meios”, revela Cristiane.

    • Conecte-se com recrutadores 

    A máxima “quem não é visto, não é lembrado” parece fazer mais sentido do que nunca quando o assunto é recrutamento. Por isso é importante criar conexões com headhunters e gerentes de talento, sempre respeitando, claro, o espaço e os procedimentos de cada um. Além de recrutadores, conexões com consultorias também podem render ideias novas e te inteirar sobre o que tem sido destaque no mercado.

    • Deixe seu currículo à disposição

    Cadastrar seu currículo em sites oficiais de empresas que oferecem esta possibilidade é um caminho importante para se fazer enxergar em novas oportunidades abertas. “Deixe seu currículo a disposição das empresas e consultorias em suas áreas de Trabalhe Conosco no site de cada uma”, ressalta Cristiane sobre a importância de incluir também consultorias no circuito. 

    • Atualize seu perfil em redes profissionais

    Mantenha seu LinkedIn atualizado. Ele tem sido uma ferramenta cada vez mais utilizada para encontrar profissionais. Mantenha o ambiente e as interações profissionais, lembre-se que não é uma rede social comum, mas sim uma fonte de network.

    • Participe de grupos 

    Os grupos de interesse em redes sociais têm crescido mais e mais nos últimos anos. Neles profissionais compartilham desde vagas de emprego, até notícias importantes sobre o segmento. Também são espaços que profissionais podem se apresentar e criar conexões importantes com outros profissionais. Fazer parte deles pode ser uma iniciativa importante para sua recolocação.

    • Pesquise antes da entrevista 

    Como dica final, Cristiane defende a importância de estudar sobre a empresa e seus negócios quando for selecionado para uma entrevista. A pesquisa também é válida para saber sobre clima organizacional e benefícios.  “Hoje existem plataformas, como o Glassdoor, nas quais profissionais podem compartilhar de forma anônima suas experiências, prós e contras, dentro de cada empresa. É um bom termômetro. Quanto mais você conhece a empresa e se identifica com ela, maior a probabilidade de dar match”, finaliza.

     

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade