Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como manter a cultura forte no home office?

Pesquisa da consultoria PwC revela que 81% dos executivos consideram a cultura um diferencial competitivo. Aprenda como mantê-la forte no trabalho remoto

Por Elisa Tozzi Atualizado em 21 jul 2021, 08h59 - Publicado em 22 jul 2021, 07h00

A cultura organizacional sempre foi um tema relevante para as companhias. Com a crise da covid-19, mais um elemento veio à tona na discussão sobre o assunto: como manter uma cultura forte com funcionários trabalhando longe do escritório?

A resposta para essa pergunta é crucial já que, segundo a pesquisa Global Culture Survey 2021, feita pela consultoria PwC com 3.200 líderes e trabalhadores de mais de 20 países, oito em cada dez entrevistados acreditam que a cultura é crucial para os negócios. Em entrevista para VOCÊ RH, Tatiana Fernandes, sócia da PwC Brasil, comenta o estudo e explica quais cuidados tomar para manter a conexão cultural no home office.

Na pesquisa, 81% dos entrevistados afirmaram que a cultura organizacional é uma vantagem competitiva para os negócios. Em tempos de home office e modelo híbrido de trabalho, muitos se perguntam como manter a cultura forte com funcionários trabalhando à distância. Como fazer isso?

Acultura  de uma organização deve ser direcionada por um forte propósito, que traduza os valores e comportamentos esperados por todos. Antes da pandemia, era vivida de forma mais abrangente, principalmente em função do relacionamento que se criava no dia a dia dos escritórios, nos espaços de vivências e salas decoradas, como símbolos que constroem e colaboram para uma cultura organizacional sólida. 

Com a pandemia e o home office, todos nós passamos para um ambiente onde não temos mais acesso a esses símbolos ou comportamentos que reforçam esta vantagem competitiva para os negócios (veja quadro no final da reportagem).

Outro ponto relevante da pesquisa é a ligação entre cultura forte e a possibilidade de realizar mudanças. Por que as duas questões estão relacionadas?

A cultura de uma organização é cíclica: é feita de diversos fatores internos e externos e admite que sempre há mudanças a se fazer. É fundamental ter elementos de inovação, inclusão e diversidade para que as transformações sejam graduais, porém, eficazes e com menor resistência possível.

Para criar uma base sólida, em que a cultura seja prioritária e acompanhe as mudanças que vivemos, é necessário melhorar a experiência e garantir a evolução dos profissionais por meio de agilidade e flexibilidade da força de trabalho; foco em inovação, bem-estar, entrega eficaz e desenvolvimento contínuo. Por isso que fatores que pareceriam contraditórios, neste caso andam juntos. 

Os entrevistados também apontam que a cultura é mais relevante para a performance do que estratégia e modelos de operação. Como os líderes podem identificar se a cultura organizacional está realmente funcionando? E o que fazer caso seja necessário ajustar a cultura?

A mensuração da cultura organizacional é pautada na análise dos comportamento, habilidades e percepções dos profissionais, avaliadas por meio de pesquisas de clima, de pulso e outras ferramentas. No entanto, é fundamental analisar as pessoas pelas suas atitudes e propor meios para que elas possam se pronunciar e externalizar suas opiniões. 

A liderança pode identificar se a cultura está realmente funcionando a partir dos comportamentos e habilidades demonstrados no dia a dia, através da percepção de satisfação e engajamento pessoal e profissional dos seus liderados e, sem dúvida, através do resultado do trabalho desempenhado. 

Entender o que somos e o que pretendemos ser é importante, mas é fundamental considerar que uma cultura é formada por indivíduos e grupos distintos, com experiências e histórias diversas, além de símbolos, políticas, regras e iniciativas que formam uma cultura coesa. É indispensável olhar, também, para questões latentes da atualidade e garantir a diversidade e inclusão. Mudanças de rumo são sempre bem-vindas.

Dez passos para manter a cultura forte no home office

Continua após a publicidade

1. Ter uma liderança inclusiva, próxima e, principalmente, compreensiva com a nova jornada criada pela pandemia

2. Propor novos modelos de interação, com encontros semanais que não tratam apenas de trabalho, como cafés da manhã virtual e happy hour

3. Seguir com os programas de desenvolvimento profissional e de carreira

4. Fornecer feedbacks contínuos, reconhecer mais e engajar por meio de ações virtuais

5. Quebrar a barreira do estritamente profissional e semear valores e comportamentos

6. Oferecer apoio para que o funcionário consiga trabalhar da maneira mais confortável, respeitando a ergonomia e o bem-estar físico

7. Desenvolver programas de qualidade de vida e bem-estar, com foco em saúde mental

8. Promover atividades físicas à distância

9. Revisitar e reforçar os benefícios que a empresa já oferece

10. Propor um canal aberto de comunicação

 

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)