Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Desafio do RH: a trajetória Francine Graci, do Twitter para a Unico

Com uma carreira dividida entre a área comercial e o RH, Francine Graci assumiu a cadeira de vice-presidência de gestão de pessoas da Unico

Por Elisa Tozzi Atualizado em 1 out 2021, 19h28 - Publicado em 20 ago 2021, 07h00

Esta reportagem faz parte da edição 75 (agosto/setembro) de VOCÊ RH

Francine Graci foi parar no RH um pouco por acaso. Com uma carreira longeva e bem-sucedida na área comercial e passagens por empresas como Itaú e Tim, ela foi chamada para um desafio: ser sócia de uma consultoria de recrutamento. Mesmo sem nenhuma experiência como headhunter, o convite surgiu porque a empresa precisava de alguém com conhecimento profundo do negócio de tecnologia — algo que Francine tinha de sobra. “Eu disse que não sabia fazer hunting, mas eles queriam uma pessoa que entendesse do setor para fazer posições de TI”, diz Francine. “Foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida. Sempre me relacionei bem com as pessoas, porque em vendas precisamos disso. E me encontrei no recrutamento, pois podia unir a perspectiva do mercado com as pessoas que mais se encaixam em cada posição.”

A mudança de rota já completou 14 anos, e nesse período ela passou por companhias como Lee Hecht Harrison (LHH) e Twitter — onde foi, primeiro, líder de aquisição de talentos e, depois, líder de aprendizado e desenvolvimento organizacional. “Entrei no Twitter em 2013 e fui crescendo junto com a empresa. Eu era uma das primeiras funcionárias, e a empresa estava muito maior quando saí”, diz Francine. Depois de oito anos e meio, a executiva deixou a multinacional americana para ocupar seu cargo atual: liderar a área de gestão de pessoas da Unico, empresa de tecnologia especializada em identificação digital. “Voltei para o mundo da tecnologia pura.”

  • O desafio

    A missão da Unico é ambiciosa: ser a maior empresa de tecnologia do Brasil. Como isso só poderá ser alcançado com pessoas satisfeitas trabalhando, Francine e sua área estão sempre pensando em maneiras de melhorar o bem-estar dos funcionários. Diversidade e inovação são valores importantes para a companhia, por isso um dos primeiros projetos que Francine está tocando tem o objetivo de olhar com mais cuidado para as profissionais que têm filhos — na Unico, 50% dos cerca de 600 funcionários são mulheres.

    Este trecho faz parte de uma reportagem da edição 75 (agosto/setembro) de VOCÊ RH. Clique aqui para se tornar nosso assinante

    Continua após a publicidade
    Publicidade