Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Experiência do funcionário deve ganhar prioridade e ter mais IA em 2024

EX é fator estratégico para as companhias e pode ser personalizada com o auxílio da tecnologia.

Por Luisa Costa
6 set 2023, 15h26

60% dos líderes empresariais afirmam: no último ano, ferramentas de inteligência artificial geraram grande economia em operações voltadas à EX (experiência do funcionário, na sigla em inglês). E uma parcela ainda maior (68%) acredita que a redução de custos vai continuar (ou aparecer) nos próximos anos.

A grana seria poupada principalmente porque tais ferramentas ajudam a manter a continuidade em equipes enxutas de suporte interno, absorvendo funções rotineiras e repetitivas do trabalho. Elas devem ser cada vez mais comuns entre equipes de EX e TI, por exemplo.

Mas a IA também pode ajudar a coletar feedbacks de maneira contínua e fornecer dados importantes para a tomada de decisões, além de permitir a personalização das experiências dos funcionários – o que, para 87% dos líderes, é capaz de aumentar a satisfação dos colaboradores.

“Usar dados como o cargo [de um colaborador], o tempo de casa, o aniversário, suas habilidades, a frequência que vai para o escritório, entre outros, personaliza a comunicação e a experiência que se tem com a empresa empregadora”, afirma Ivan Preti, gerente de contas técnicas da Zendesk na América Latina.

Continua após a publicidade

A empresa de desenvolvimento de software entrevistou mais de 370 líderes empresariais de 20 países, incluindo o Brasil, para identificar as percepções citadas acima – e tendências para a área de EX no próximo ano.

Dá para melhorar

Quase nove em dez dos entrevistados concordam que uma ótima experiência do funcionário ajuda a reter e atrair talentos. Mas eles admitem que suas empresas escorregam ali e acolá.

Por exemplo: 41% dos líderes disseram que uma EX ruim levou a um aumento nas demissões no último ano – e 30%, que seus colaboradores não sabem, pasme, entrar em contato com as equipes internas das suas respectivas empresas, como RH, jurídico e TI.

Continua após a publicidade

É por enxergar essas falhas – e reconhecer a importância de uma boa EX – que 79% dos entrevistados pela Zendesk afirmaram que pretendem considerar o assunto com maior prioridade no próximo ano. 61% vão, inclusive, colocar mais grana em softwares de EX.

“Investir na experiência do funcionário é importante”, defende Preti, “porque colaboradores satisfeitos e engajados tendem a ser mais produtivos, permanecer na empresa por mais tempo e contribuir para uma cultura organizacional positiva”.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.