Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quem trabalha em casa pode ter pegada de carbono menor

Estudo da Universidade de Cornell (EUA) e da Microsoft mostrou que a diferença pode ser até de 54%.

Por Luisa Costa
6 out 2023, 10h35

Os defensores do home office já têm um argumento a mais a seu favor: o combate ao aquecimento global. Quem permanece no modelo 100% remoto pode ter uma pegada de carbono 54% menor em comparação àqueles que vão ao escritório todos os dias. Já quem adota o sistema híbrido, ficando em casa até quatro dias por semana, pode contribuir para uma redução de 11% a 29%.

A conclusão é de um estudo feito por pesquisadores da Universidade Cornell (EUA) e da Microsoft. Eles usaram vários conjuntos de dados para analisar como diferentes fatores determinam a pegada de carbono dos funcionários – como o tempo em que eles usam a energia de casa para trabalhar, a distância percorrida até o trabalho e o compartilhamento de assentos no escritórios.

O engenheiro biomolecular Fengqi You, professor da Cornell e principal autor do estudo, ressalta que o home office não é “zero carbono” – e que “os benefícios do trabalho híbrido não são perfeitamente lineares”. Os pesquisadores perceberam, por exemplo, que funcionários em modelo híbrido tendem a morar mais longe do escritório e, portanto, percorrem trajetos maiores de carro. Além disso, quanto mais dias de home office, mais frequentes são os deslocamentos não relacionados ao trabalho.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.