Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Gestão positiva: o que é e quais são os pilares desse tipo de liderança

Um líder positivo é aquele que traz à tona o melhor de cada profissional. Saiba como desenvolver esse estilo de gestão

Por Hanna Oliveira Atualizado em 27 Maio 2021, 17h06 - Publicado em 28 Maio 2021, 08h00

Com um ambiente de trabalho altamente competitivo que traz imensos desafios, que se tornaram ainda mais complexos por causa da pandemia de covid-19, encontrar um modelo de gestão que ajude cada profissional a desenvolver o melhor de si é importante para as empresas. E é exatamente isso o que faz a gestão positiva: “Esse estilo de liderar vem se mostrando cada vez mais alinhado com as necessidades atuais do mercado. Há um entendimento de que são as qualidades das pessoas que fazem uma empresa ser única”, afirma Renata Rivetti, fundadora da Reconnect Happiness At Work, consultoria de felicidade corporativa. 

  • O que é a gestão positiva?

    A liderança positiva é um conjunto de práticas de gestão que trabalha os pontos fortes da equipe e dos funcionários, buscando aprimorá-los. “Um dos principais pilares da liderança positiva é focar nas competências e experiências dos liderados e não em suas falhas”, diz Renata.

    Para isso, a aposta é no autoconhecimento – inclusive da chefia, que deve olhar para dentro de si. “O novo líder também precisa entender suas próprias vulnerabilidades e medos, ajudando a equipe a se empoderar, sem que seja somente ele o provedor de ideias”, diz a especialista em felicidade. 

    Quais são os pilares da gestão positiva?

    Continua após a publicidade

    Entre os pilares desse modelo de gestão, está a força da comunicação e a união do time. “A gestão positiva deve aplicar nas organizações o significado positivo, comunicação positiva, relações positivas e clima positivo. E com isso, gerar uma cultura positiva e de abundância”, diz Renata. “O líder positivo mostra o caminho, encoraja, inspira, permite que as pessoas  ajam com autonomia e flexibilidade e os desafia para obter o máximo potencial”. 

    Os principais pilares são:  

    1. Desenvolver pontos fortes da equipe
    2. Reforçar relações positivas, criando times unidos e conectados
    3. Reforçar os significado do trabalho, da equipe e da empresa
    4. Cuidar da saúde física e mental das pessoas
    5. Manter o fluxo de trabalho e o engajamento
    6. Buscar autonomia para a equipe 

    Como preparar o time para a gestão positiva?

    Valorizar o trabalho entregue, atuar com empatia (sem deixar de lado a assertividade), gerar um ambiente de segurança psicológica e trabalhar com propósito. Esses são alguns dos caminhos que levam um time a um modelo de liderança positiva.  “Esse tipo de gestão impacta positivamente os profissionais, criando uma cultura que resulta em aumento da confiança e respeito entre equipe e liderança, além de mais retenção de talentos”, diz Renata.

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade