Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Foto de Fábio Milnitzky Fábio Milnitzky Sócio fundador e CEO da iN, consultoria de propósito e gestão de marcas

Mais do que engajamento: é preciso manter as pessoas inspiradas

Propósito aliado a boas condições de trabalho são a chave da motivação

Por Fábio Milnitzky, colunista de VOCÊ RH Atualizado em 21 fev 2022, 16h07 - Publicado em 21 fev 2022, 07h00
U

m colaborador engajado com a empresa consegue ser 44% mais produtivo do que um funcionário somente satisfeito. Já o colaborador inspirado, chega a ser 125% mais produtivo. Esses dados são extraídos do livro Time, Talent, Energy, de Michael Mankins, sócio da consultoria Bain&Company. Partindo dessa premissa, as empresas que mais inspiram seus funcionários são as que possuem melhor desempenho. E todos saem ganhando.

Mas como inspirar colaboradores? A ideia de que a identificação pessoal com o propósito da organização é uma forte aliada é absolutamente correta, mas essa identificação sozinha não chega a inspirar completamente. Outros fatores, não menos importantes, estão fortemente ligados a essa motivação e, unidos, fazem toda a diferença.

Estamos falando de um conjunto de esforços e estratégias que, juntos, são capazes de atrair e reter talentos, garantindo o interesse dos profissionais em permanecerem na organização – uma vez que se sentem parte integrante deste ecossistema – além de assegurar que o time se sinta inspirado a caminhar lado a lado aos interesses da empresa. E isso se dá quando unimos um propósito bem consolidado a boas condições de trabalho. São essas as ferramentas motivacionais que precisamos utilizar.

It’s more than just money

Um funcionário feliz financeiramente nem sempre está realizado profissionalmente. Quantas vezes ouvimos histórias de pessoas bem-sucedidas que largaram seus empregos por não estarem satisfeitos com sua vida profissional? São engenheiros que abrem hamburguerias, advogados fazendo gastronomia, professores em estúdios de fotografia – e não por conta de crise ou pandemia, mas pela sensação de bem-estar, de realização.

Unir paixões profissionais a boas condições de trabalho e cultura organizacional é primordial para manter relações duradouras com seus funcionários. Essa tarefa é exercício diário dos profissionais de Gestão de Pessoas. São eles quem vão trazer esses talentos para dentro das organizações, desenvolvê-los e também retê-los.

Continua após a publicidade

Uma pesquisa feita recentemente pela iN em parceria com o CI-Lab da ESPM, apontou que 53% dos respondentes já deixaram de aceitar uma proposta de trabalho, mesmo que financeiramente atrativa, por considerar que a empresa não se preocupa com o bem-estar dos seus funcionários.

Levando em consideração este dado, entendemos que programas de desenvolvimento, plano de carreira e salários atrativos são grandes motivadores para a atração de talentos. Mas a retenção só é possível quando há sinergia entre os valores da empresa e do profissional. Quando um funcionário abraça o propósito da organização, ele acredita naquilo que faz, no porquê e para quem ele faz. A compreensão da intersecção daquilo que eu acredito com aquilo que a empresa acredita é poderosa.

Isso envolve também a crença nos valores da empresa e toda sua cultura, pois é este conjunto que dará sentido à trajetória desse profissional. Só isso (ou tudo isso) já endossa grande carga de engajamento.

Compartilhe essa matéria via:

Por um presente mais inspirador

Está mais do que nunca na hora das empresas pensarem em que marcas elas querem deixar, seja em seus funcionários, em seus parceiros, fornecedores ou clientes. Como querem impactar a sociedade e serem interpretadas por todos os seus stakeholders? Pois é esse coletivo que vai disseminar a imagem da organização, seus diferenciais e definir a força da marca empregadora.

Vivemos ainda um período bastante turbulento, no qual não sabemos o que está por vir, mas já antecipamos que este é um ano de incertezas. A pandemia não acabou e a guerra eleitoral nem começou. Por isso, alinhar os interesses da empresa aos interesses de seus colaboradores é caminho certeiro para o engajamento profissional, refletindo diretamente no aumento de produtividade e no bem-estar de empresas e colaboradores.

Esse alinhamento só é possível através de uma comunicação bastante clara entre líderes e seus colaboradores, escuta ativa e a compreensão das necessidades de cada indivíduo que compõe os processos da organização. Trabalhando essa estratégia fica mais simples garantir, mais do que engajamento, a inspiração de todos do time.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)