Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Consultorias têm bolsas de estudo e vagas para pessoas com 50 anos ou mais

Labora e Descomplica oferecem programas de capacitação para inserir profissionais seniores no mercado de trabalho. Saiba como participar

Por Redação Atualizado em 10 set 2021, 14h16 - Publicado em 13 set 2021, 07h00

Com o objetivo de gerar capacitação e empregabilidade aos profissionais seniores, a Labora e a Descomplica se uniram. O resultado da parceria entre a HRTech e o EdTech é o programa Power Up, cujo objetivo é incluir a geração com mais de 50 anos no mercado de trabalho por meio de programas de estágio e trainee, fomentando equipes intergeracionais nas empresas cadastradas.

Além de serem inseridos no mercado de trabalho no modelo “estágio sênior”, os profissionais são beneficiados com bolsas para uma segunda graduação em cursos oferecidos pelo Descomplica e pagos pelas empresas contratantes. Por isso, a parceria, além de disponibilizar vagas para pessoas mais velhas, também as capacita e promove o aprendizado de novas habilidades.

Também há 200 bolsas de estudo para um cursos de curta duração em CX (Customer Experience, ou Experiência do Cliente), uma das carreiras mais demandadas em tecnologia. As inscrições são feitas neste site.

As vagas de emprego estão disponíveis através da plataforma da Labora (acesse aqui) e talentos com mais de 50 anos interessado podem se cadastrar.

“O mercado dos 50+ é frequentemente colocado de lado na maioria das empresas, o que é um erro, pois as companhias estão perdendo profissionais experientes, com vivência e potencial para agregar muito ao negócio delas. Parcerias como esta com a Labora são muito importantes para mostrar que, com a atualização e preparação corretas, esses profissionais podem retornar ao mercado”, afirma Marco Fisbhen, CEO do Descomplica.

De acordo com o IBGE, 50 milhões de brasileiros têm 50 anos ou mais – número que deve dobrar até 2050. Apesar de maioria, o público sênior enfrenta obstáculos para se manter ou se recolocar no mercado profissional, seja por causa da idade, da falta de capacitação ou do próprio preconceito no mercado.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Continua após a publicidade

Publicidade