Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Fortalecer a cultura corporativa é o principal desafio do RH em 2023

Estudo indica que investimento em tecnologia, uso de dados na gestão de pessoas e atração de talentos estão entre as principais preocupações da área

Por Redação
Atualizado em 2 mar 2023, 17h31 - Publicado em 2 mar 2023, 17h03
E

m 2022, as empresas já lidavam com a dificuldade de adaptar e manter a cultura corporativa diante de um novo cenário: a adoção em larga escala dos modelos de trabalho flexíveis. Em 2023, a tendência seguirá forte, indica uma pesquisa da consultoria Think Work em parceria com a HR Tech Atlas com 69 executivos. Com a queda da motivação e do engajamento e o distanciamento emocional com o trabalho trazidos pela pandemia, o fortalecimento da cultura se consolida como o maior desafio para 35% dos entrevistados.

Promover a transformação digital do RH está em segundo lugar na lista de prioridades para o ano, com 25% afirmando que devem investir mais em tecnologia. Em seguida vêm a necessidade de atrelar o uso de dados à gestão de pessoas (20%), com indicadores baseados em people analytics, atrair talentos (19%) e atingir metas de diversidade e inclusão (17%).

Na comparação com a edição anterior da pesquisa, divulgada em 2022, os indicadores que mais subiram no ranking de desafios foram diminuir os custos da área de RH e melhorar a comunicação interna. Os que tiveram maior queda foram adequar a política de remuneração e benefícios de funcionários em diferentes regimes e conciliar o trabalho remoto e híbrido com o presencial.

Os 15 desafios do RH

Fortalecer a cultura organizacional — 35%
Promover a transformação digital do RH — 25%
Atrelar dados à gestão de pessoas (people analytics) — 20%
Atrair talentos — 19%
Atingir metas de diversidade e inclusão — 17%
Apoiar os funcionários no cuidado com a saúde mental — 17%
Aumentar a produtividade — 16%
Desenvolver os líderes atuais — 16%
Alterar a cultura organizacional — 14%
Desenvolver futuros líderes — 14%
Promover a colaboração entre áreas/quebrar os silos — 13%
Diminuir custos da área de RH — 12%
Melhorar a comunicação interna — 10%
Reduzir/balancear turnover (rotatividade) e número de funcionários (headcount) — 10%
Conciliar o modelo de trabalho para que atenda tanto aos funcionários no híbrido/remoto quanto aos que estão presencialmente — 9%

Continua após a publicidade

Segundo o relatório, se no ano passado 57% dos RHs previam aumento de funcionários na empresa, este ano, quase 45% afirmam que está nos planos contratar mais gente. Perto de 40% falam em manter a quantidade de mão de obra e apenas 8% esperam uma redução.

Nova realidade

Manter a cultura corporativa, gerir à distância e compartilhar conhecimento são os principais pontos de melhoria no trabalho remoto, indica a pesquisa.

Os pontos de melhoria do remoto

Manutenção da cultura organizacional — 32%
Gestão das equipes pelos gestores — 22%
Gestão/compartilhamento de conhecimento — 20%
Cesta de benefícios — 16%
Mensuração do desempenho — 16%
Mentalidade da alta liderança — 16%
Manutenção/melhoria do clima organizacional e engajamento — 14%
Adaptação dos funcionários ao modelo — 13%
Colaboração entre os funcionários, equipes e/ou áreas — 13%
Apresentação da cultura organizacional a novos funcionários — 12%
Desenvolvimento “on the job” dos funcionários — 12%

A dificuldade em atrair talentos deve permanecer em 2023: 59% dos RHs preveem escassez de mão de obra. As empresas que adotam o modelo presencial são as que mais consideram enfrentar o problema, com 75% dos respondentes indicando esse desafio, contra 56% das companhias que aderiram ao híbrido ou remoto.

Mão de obra escassa

Veja as áreas em que os RHs preveem dificuldades na contratação por falta de profissionais qualificados (primeira porcentagem indicada) e poucos profissionais no mercado (segunda porcentagem)

Continua após a publicidade

Operacional/Produção — 54% / 20%
Engenharia — 37% / 22%
Técnicos especializados — 37% / 27%
Tecnologia — 37% / 56%
Recursos humanos — 34% / 17%
Marketing — 29% / 22%
Financeiro/Contábil — 27% / 15%
Vendas — 27% / 22%
Transporte/Logística — 22% / 20%
Atendimento ao consumidor — 22% / 20%
Cargos diretivos/Alta liderança — 20% / 34%

A pesquisa indica ainda que os cinco principais fatores de atração de talentos são as oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento — que subiu quatro posições do relatório de 2022 para o de 2023 —, o compartilhamento de valores entre empresa e candidato, o propósito da empresa, a força da marca empregadora e a oferta de modelo híbrido/remoto de trabalho.

Transformação digital

Veja em que etapa estão as empresas ouvidas na pesquisa em relação ao uso de dados e de tecnologia aplicada à gestão

A empresa começou a transformação, as ações avançam rapidamente, mas ainda há muito o que fazer — 29%
A empresa começou a planejar e as primeiras ações estão previstas para 2023 — 22%
A empresa começou a transformação e as ações estão em estágio inicial — 22%
A empresa ainda não pensou nem fez nenhum movimento prático — 16%
A empresa já pensou, mas não fez nenhum movimento prático — 7%
A empresa passou por uma grande transformação digital no RH e entende ter chegado ao patamar adequado — 4%

Compartilhe essa matéria via:

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.