Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Carta ao leitor: tem cada vez menos gente disposta a viver para o trabalho

Um estudo da Kaspersky com mais de 8 mil respondentes indica que 50% querem mudar de emprego para ter mais harmonia entre vida pessoal e profissional

Por Marcia Kedouk Atualizado em 2 jun 2022, 17h07 - Publicado em 3 jun 2022, 07h07
C

ostuma ser assim: quando a rotatividade aumenta, especialmente entre profissionais qualificados, as empresas tendem a culpar o mercado, alegando que os funcionários pedem demissão em busca de melhores salários. Em alguns casos, é verdade. Mas, em muitos outros, o motivador principal não é o dinheiro.

Um estudo da Kaspersky com mais de 8 mil respondentes indica que 50% querem mudar de emprego para ter mais harmonia entre vida pessoal e profissional. Já uma pesquisa da consultoria Produtive mostra que 46% dos entrevistados pediram demissão por falta de perspectiva de carreira e desenvolvimento na empresa em que atuavam.

E, segundo um relatório da Gartner, 67% dos profissionais aumentaram suas expectativas de que as companhias sejam mais flexíveis. São indícios de que a dedicação exaustiva à empresa em troca de um posto mais alto na hierarquia está deixando de fazer sentido — e não só para as novas gerações.

Mas o desejo por uma rotina com mais significado e que contemple outros interesses além da carreira não surgiu agora, só foi intensificado na pandemia, já que a crise sanitária levou muitos profissionais a repensar o lugar que o trabalho ocupa em sua jornada. É por isso que as perguntas sobre o que tem motivado a perda de talentos não podem mais receber antigas respostas. É preciso aprofundar a questão e oferecer uma proposta de valor mais rica e plural ao empregado, como mostra a jornalista Caroline Marino na reportagem de capa desta edição. Afinal, o engajamento de talentos nunca foi tão estratégico.

Compartilhe essa matéria via:

Este trecho faz parte de uma reportagem da edição 80 (junho/junho) de VOCÊ RH. Clique aqui para se tornar nosso assinante

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue no caminho para se tornar uma referência. Assine VC RH e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da VOCÊ RH! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Pautas fundamentais para as lideranças de RH.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

Receba todo bimestre a VOCÊ RH impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VOCÊ RH, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VOCÊ RH, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Cobertura de cursos e vagas para desenvolvimento pessoal e profissional.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)