Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

A Algar paga até 20 salários por ano para quem rende muito

Além disso, a emprega remunera 70% de adicional de férias, qundo a lei fala em 30%

Por Luiz De França
Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 26 mar 2013, 17h23

Uberlândia (MG)  – O Brasil tem 3.615 empresas de telefonia fixa, comunicação multimídia, tevê por assinatura e de serviço móvel. De acordo com a Associação Brasileira de Telecomunicações, há 489 300 pessoas trabalhando nesse setor. Para ter uma ideia da evolução do mercado, entre 1998 e 2011 o número de telefones fixos aumentou 83,8%, e o de celulares, 2 813%.

Um cenário propício para que companhias como o grupo Algar expandissem suas atividades. Atualmente com nove empresas nas áreas de TI e telecom, agronegócio, serviços e turismo, o grupo conta com a holding Algar S/A Empreendimentos e Participações para controlar tudo isso.

Quem trabalha lá usufrui de um ambiente invejável, com salas rodeadas de vidro, muita luz e verde à vista. Sediada em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, a companhia oferece um bom leque de benefícios e programas de desenvolvimento para seus funcionários, liderados pela UniAlgar, como a bolsa de estudo de 50%, cujos gastos são acompanhados por um comitê de funcionários.

Os bônus também arrancam suspiros. Quem não gostaria de receber 17 salários por ano, ou até 20? As pessoas que trabalham na Algar recebem. A empresa também paga 70% de adicional de férias, além dos 30% exigidos por lei. Até o fim do ano, mais dez profissionais deverão se juntar a essa turma.

Continua após a publicidade

Além do reforço nos treinamentos e programas corporativos com cursos customizados, há investimentos na qualidade de vida — flexibilidade de horários, exames médicos periódicos, orientações com nutricionistas, cardiologista, psicólogo e até um preparador físico. As avaliações de desempenho são individuais e coletivas — e severamente recomendadas.

“O executivo que não fizer alguma dessas avaliações, com o seu subordinado ou a própria, fica sem parte da remuneração variável”, diz um gestor. A continuidade dos negócios também é uma preocupação constante. “Nos últimos dois anos, identificamos 18 pessoas para ocupar futuras diretorias”, diz Cícero Domingos Penha, vice-presidente de talentos humanos. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
As vagas são divulgadas por e-mail e a empresa já ofereceu, por meio do Instituto Algar, treinamentos para 9 417 educadores em mais de 1 000 escolas. Ampliar a previdência privada para todos os níveis, ainda restrita aos executivos. E ter maior agilidade nas decisões financeiras para novos projetos.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.