Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Avaliação de desempenho é semestral na Tetra Pak

A empresa dá subsidíos de até 80% a cursos técnicos, idiomas, graduação e MBA

Por Renata Avediani
Atualizado em 5 dez 2020, 20h48 - Publicado em 26 mar 2013, 17h57

Monte Mor (SP) – Em junho deste ano a Tetra Pak, fabricante sueca de embalagens cartonadas e equipamentos para processamento de alimentos, forneceu uma caixa feita com material reciclado de suas embalagens para o resgate e transporte de um leão que sofria maus-tratos no Ceará.

Juba, o leão, foi transferido confortavelmente para Jundiaí (SP) e os funcionários da Tetra se enchem de alegria ao falar do assunto. “A proposta do nosso negócio é levar qualidade de vida às pessoas, e vemos que aqui isso é praticado nos diversos âmbitos da sociedade”, diz um deles.

Mas o orgulho por trabalhar em uma empresa presente em 170 países vai além da atuação dela na sociedade. A possibilidade de crescimento é também um atrativo. A cada seis meses há avaliação de desempenho, acompanhada de uma conversa formal com o chefe. Daí sai um plano para desenvolver pontos de melhoria e as indicações de treinamento.

Por meio da Tetra Pak University os empregados participam de treinamentos técnicos e comportamentais dentro e fora do país. Além disso, há subsídios para cursos externos e bolsas de estudo de até 80% para cursos técnicos, de idioma, graduação, pós e MBA. Em 2011 foram 40 horas de capacitação média por funcionário, resultado de um investimento de 3,5 milhões de reais.

Continua após a publicidade

Desde maio do ano passado a administração dos treinamentos corporativos, a gestão dos benefícios, a folha de pagamento, o recrutamento e as relações sindicais estão sob responsabilidade do centro compartilhado de RH, uma iniciativa piloto do grupo no Brasil, para atender às operações da América do Sul e Central.

Deu tão certo que, em agosto do mesmo ano, o modelo foi replicado às demais operações. “A ideia é padronizar processos, aumentar a governança e aliviar o RH de atividades operacionais, para que os business partners [equipes do RH que atuam como consultores internos] possam dar atendimento mais personalizado às equipes”, diz Aluisio Ragazzi Fonseca, VP de RH para América do Sul e Central e um dos responsáveis pelo projeto aqui. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
O pacote de benefícios, a preocupação com a segurança do pessoal e as possibilidades reais de viagem ao exterior para treinamentos ou expatriação. Horário flexível e possibilidade de trabalhar de casa são pedidos antigos. Tornar mais claro o plano de carreira e oferecer feedback no recrutamento interno.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.