Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

A Gerdau enxugou os processos do RH de 12 para 3

O estímulo para a revisão foi a internacionalização. Agora a empresa pensa com cabeça global

Por Tatiana Sendin
Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 26 mar 2013, 16h35

Porto Alegre (RS) – A Gerdau fez a sua primeira investida no exterior em 1980, quando começou a operação no Uruguai. Hoje, aos 111 anos de vida, a companhia tem pique para manter fábricas em 14 países da Europa, da Ásia e das Américas, empregar mais de 45.000 funcionários no mundo e produzir 25 milhões de toneladas de aço por ano.

Não à toa recebeu em 2012 o título de segunda empresa mais internacionalizada do Brasil pela Fundação Dom Cabral. E foi por causa dessa internacionalização que, no ano passado, a Gerdau fez uma grande revisão de sua missão e seus valores, pensando agora com cabeça global.

“Realizamos uma grande pesquisa envolvendo 1.000 pessoas”, diz Denise Casagrande, diretora de desenvolvimento de pessoas. Nessa onda de revisão, a área de recursos humanos simplificou os processos de gestão de pessoas para facilitar e melhorar a administração de seu time.

De 12 processos, ficou com apenas três (atração e integração; desempenho, desenvolvimento e carreira; e engajamento e retenção), que valem tanto no Brasil como nos outros países. “A Gerdau está lutando para ser a melhor do mundo”, reconhece um profissional de nível operacional de Porto Alegre (RS), onde fica a matriz.

Continua após a publicidade

Um dos destaques é o plano de carreira. Divididos na trajetória técnica e gerencial (conhecida no mercado como carreira em Y), os empregados dizem que o modelo “funciona mesmo”. De forma geral, eles mudam de nível conforme cumprem a Matriz de Capacitação, responsável por indicar quais conhecimentos técnicos são necessários para cada função.

Também são avaliados pelo desempenho. “Quando termina, ao fazer treinamentos e provas, a pessoa ganha 8% de aumento e renova a matriz”, diz um funcionário.

Quanto à avaliação de desempenho, a Gerdau é a única siderúrgica neste Guia a realizar um processo 360 graus para todos os níveis hierárquicos, no qual chefes, colegas de função e o próprio empregado (e às vezes até um comitê) são responsáveis pela análise da performance. A preocupação com a segurança, o incentivo ao voluntariado e os benefícios (inclusive desconto de 70% para remédios genéricos) agradam muito o pessoal. 

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Em mais de 100 anos, nunca fechou o balanço financeiro no vermelho, o que garante os benefícios e as oportunidades de crescimento das pessoas. Nem todas as unidades oferecem ônibus fretado e, segundo os funcionários, falta estruturar melhor as oportunidades de carreira internacional.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.