Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Na Telefonica Vivo, tem celular com conta paga para todos

Não é qualquer conta: trata-se de pacote de dados ilimitado e 100 minutos de ligações para todo o time

Por Marcia Kedouk
Atualizado em 5 dez 2020, 20h49 - Publicado em 26 mar 2013, 16h31

São Paulo (SP) – O cenário de aquisições e fusões é sempre complexo. Além de as equipes precisarem se adaptar às novas demandas, as demissões na reestruturação afetam diretamente a vida de quem fica e, consequentemente, o clima da empresa. Em pleno processo de convergência de marcas, a Telefônica Vivo está passando por esse momento delicado e, ao que os números indicam, tem feito um ótimo trabalho.

Com um índice de satisfação de 85,7%, apontado por seus funcionários na pesquisa interna de clima, a companhia parece driblar até a turbulência que sua matriz passa devido à pesada crise na Espanha, onde está sediada.

A fórmula para chegar a esse resultado em tão pouco tempo? “Agilidade, para que fosse o menos traumático possível; comunicação transparente, para reduzir a sensação de insegurança; união de culturas, em vez de sobreposição; e, acima de tudo, respeito pelas pessoas”, diz Sandra Lima, diretora executiva de recursos humanos.

A oficialização da operação aconteceu na sede, em São Paulo, e foi transmitida simultaneamente para todo o Brasil por webcasting e videoconferência. Os profissionais receberam no celular mensagens de voz do presidente da Telefonica Vivo, Antonio Carlos Valente, e os 5.000 empregados das lojas contaram também com um material que explicava os detalhes da operação.

Continua após a publicidade

Mas a principal ferramenta de comunicação foi o hotsite, na intranet, que forneceu informações atualizadas sobre as mudanças e as novas políticas, um misto das melhores práticas de cada empresa, como a ampliação da concessão de um celular com uso ilimitado de dados e serviços mais pacote de 100 minutos para todo o time, antes restrito à equipe da Vivo.

A companhia concluiu em junho a equiparação dos benefícios. Os salários ainda estão sendo ajustados, mas as promoções seguiram a todo o vapor: foram 4.138 de janeiro a dezembro. Para o processo de desligamento de 1.500 pessoas, foi contratada uma consultoria, que ajudou tanto nas decisões quanto na orientação dos gestores para lidar com a situação. Todos os que deixaram a empresa contaram com assessoria de recolocação profissional e prorrogação do plano de saúde por seis meses.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Cidadania é um ponto forte. Em 2011, 3.000 funcionários em 12 cidades brasileiras fizeram trabalho voluntário em escolas, creches e outras instituições. Os funcionários acreditam que as promoções poderiam ser mais transparentes e que o plano de carreira deveria ficar acessível a todos na intranet.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.