Clique e Assine VOCÊ RH por R$ 9,90/mês

Isis Borge

Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Executive Director Talenses & Managing Partner Talenses Group
Continua após publicidade

“Por que você quer trabalhar aqui?” Como responder à pergunta em processos seletivos

Sua motivação pode garantir sua vaga ou eliminá-lo. Confira sete aspectos que você deve considerar para refletir sobre o assunto e se dar bem na entrevista.

Por Isis Borge, colunista da Você RH
Atualizado em 11 jul 2024, 17h48 - Publicado em 11 jul 2024, 17h31
  • Seguir materia Seguindo materia
  • A motivação para aceitar uma proposta de trabalho faz toda a diferença em um processo seletivo. Muitos empregadores reprovam candidatos quando percebem que eles estão querendo fugir de suas empresas atuais – e que, para eles, qualquer emprego novo serve.

    Publicidade

    Também é comum dispensar um candidato com experiência e boa formação em prol de uma pessoa que demonstra conhecer bem a empresa em questão e se identificar com os produtos ou serviços oferecidos por ela.

    Publicidade

    A motivação também importa na hora de demitir: muitas vezes, as companhias contratam pelas habilidades técnicas, mas demitem pela falta de alinhamento cultural. E, claro: atrair, selecionar, contratar e treinar talentos custa tempo e dinheiro. Os custos dobram com a necessidade de substituir essa pessoa. Daí a importância de contratar certo.

    Isso quer dizer que, ao se preparar para uma entrevista de emprego, é importante ter em mente o que dizer diante da pergunta: “Por que você quer trabalhar aqui?”. Pensar sobre isso não é apenas uma estratégia para conquistar a vaga. É uma oportunidade de você refletir se está fazendo a melhor escolha ao seguir no processo seletivo.

    Publicidade

    Não é fácil, porém, chegar a essa resposta. Mas você pode começar a sua reflexão baseando-se em sete questões:

    1. O que a empresa faz?

    Continua após a publicidade

    Pense se você consumiria o que a companhia vende. Se sim, as chances de você demonstrar entusiasmo em participar da equipe são maiores. Se você não julgar os produtos e serviços em questão minimamente interessantes, vale repensar se a vaga faz sentido para você.

    Publicidade

    2. Como é a cultura corporativa?

    Busque informações sobre a missão, a visão e os valores da empresa. Relacione essas informações com suas crenças e sua personalidade. Por exemplo, se a companhia impõe metas agressivas aos colaboradores e você não gosta de trabalhar sob pressão, talvez lá não seja o melhor lugar para o seu desenvolvimento profissional, ainda que o salário e os benefícios sejam atrativos.

    Continua após a publicidade

    3. Qual é a história da organização?

    Publicidade

    Estude as origens da companhia e o perfil dos principais líderes por meio de entrevistas à imprensa, podcasts e artigos. São dados que você pode, inclusive, citar ao longo do processo seletivo, caso concorde com os posicionamentos que encontrou.

    4. Como é o setor de atuação da companhia?

    Continua após a publicidade

    Isso é importante principalmente para quem deseja migrar de uma área para outra. É importante que você saiba justificar o seu interesse na mudança e demonstrar que, apesar de não ter experiência no setor em questão, está ciente do que encontrará e disposto a encarar os desafios. Essa postura aumenta a confiança do empregador no candidato. 

    Publicidade

    5. Você tem alguma relação afetiva com a companhia?

    Talvez uma parte da sua família tenha trabalhado no setor da empresa. Ou talvez seu avô consumisse produtos da companhia e isso tenha te marcado de alguma forma. Com essas curiosidades em mente, você pode compartilhar uma memória afetiva que te motiva a trabalhar no lugar em questão.

    Continua após a publicidade

    6. Quais questões práticas tornam a oportunidade atrativa?

    Você pode morar próximo à empresa, se interessar por flexibilidades que ela oferece ou conhecer pessoas que demonstram gostar de trabalhar na companhia, por exemplo.

    7. Qual é sua conexão com o seu atual empregador?

    Refletir sobre o que te desagrada no seu emprego atual pode te ajudar a sentir mais segurança sobre a decisão de sair, mas também refinar sua avaliação sobre o novo empregador. Afinal, não é agradável trocar de emprego e encontrar os mesmos problemas de antes.

    Lembre-se: muitas vezes, as pessoas não se dão conta do impacto negativo de um comentário durante o processo de seleção. Já vi um candidato recusar uma xícara de café, por exemplo, e dizer que preferia chá, durante uma entrevista para trabalhar em uma cafeicultora. Pessoas dizerem para uma companhia de fast food que não consomem seus produtos em prol de uma alimentação saudável. Um profissional brincar sobre o fato de ser sedentário enquanto tentava entrar em uma empresa de produtos esportivos.

    Os recrutadores observam e avaliam os candidatos desde o primeiro contato. Então, antes do seu próximo processo, faça a lição de casa. Pense nas razões pelas quais você quer a vaga e as mencione ao longo da entrevista ou no momento das considerações finais.

    Continua após a publicidade
    Compartilhe essa matéria via:
    Publicidade
    Publicidade

    Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

    Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

    Domine o fato. Confie na fonte.

    10 grandes marcas em uma única assinatura digital

    MELHOR
    OFERTA

    Digital Completo
    Digital Completo

    Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de 9,90/mês*

    ou
    Impressa + Digital
    Impressa + Digital

    Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de 14,90/mês

    *Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
    *Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.