Assine VOCÊ RH por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Faltam profissionais que pensem a gestão de pessoas de forma estratégica

Estudo da Mercer mostra também que menos de 10% das empresas utilizam inteligência artificial no RH, e 40% não têm planos de adotar a tecnologia

Por Redação
6 abr 2023, 10h50
O

futuro da área de recursos humanos deverá ser muito mais tecnológico e pró-negócio, aponta um estudo inédito da consultoria Mercer. Apesar de 32% das empresas afirmarem que estão aumentando o nível de investimentos no RH, ainda faltam profissionais que pensem a gestão de pessoas de forma estratégica. O levantamento foi realizado em outubro de 2022, com participação de 857 respondentes de 39 países.

“Antigamente, falávamos que o RH tinha de aguardar a estratégia da organização e então definir a de pessoas”, afirma Guilherme Portugal, líder de transformação da Mercer Brasil. “Hoje, vemos outro caminho. O RH precisa participar da discussão da estratégia, contribuindo com a visão de pessoas.”

Segundo a pesquisa, apenas 36% dos entrevistados disseram que uma competência importante para a área é o conhecimento do negócio. “Batemos na tecla de que o RH tem que influenciar o negócio, mas como é possível fazer isso se você não domina o assunto?”, diz Antonio Salvador, diretor executivo de carreira da Mercer. “O profissional do RH sempre precisou ser um grande negociador, mas isso nunca foi tão importante quanto é hoje, em um mundo de constantes transformações. Mas a área ainda não está percebendo a importância de ter conhecimento do mercado onde a empresa atua.”

Gráfico de contratação ou redução nos próximos 18 meses

Continua após a publicidade

Gráfico
(Fonte: Mercer Global Talent Trends 2022/Divulgação)

Falta tecnologia

Para Antonio, os RHs também sofrem com a falta de uma estratégia de tecnologia, que automatize e agilize processos. “Quanto mais tarefas manuais existirem, mais gente será preciso — principalmente mais gente operacional”, afirma. O estudo indica que menos de 10% das empresas entrevistadas utilizam inteligência artificial nas soluções de RH, e 40% não têm planos de adotar a tecnologia nos próximos meses.

Continua após a publicidade
Utilidades da IA para o RH

• Identificação de candidatos a promoção de cargo
• Recomendações para trilhas de aprendizagem individual
• Definição de competências requeridas para uma nova posição
• Apontamento de habilidades individuais

Fonte: Mercer Global Talent Trends 2022

Além disso, menos de 20% utilizam aplicativos para que gestores e funcionários possam acessar o RH a qualquer hora e de qualquer lugar ou oferecem uma interface para autosserviço de fácil utilização.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

As empresas estão mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VOCÊ RH.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Você RH impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.